Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mulher de João de Deus pode ser indiciada como coautora de crimes

Mulher de João de Deus pode ser indiciada como coautora de crimes
COMPARTILHE

Apesar de morar com o médium João de Deus há 10 anos, Ana Keyla disse desconhecer que o marido guardasse armas e R$ 1,6 milhão em espécie.

A Polícia Civil de Goiás ouviu nesta quarta-feira (26) a esposa do médium João de Deus.

Por quatro horas, Ana Keyla Teixeira, 40 anos, contou aos investigadores sobre sua rotina ao lado do líder religioso, preso desde o dia 16 de dezembro.

Apesar de ter respondido todas as perguntas, as delegadas responsáveis pela realização da oitiva apontaram contradições na fala da mulher, informa o “Metrópoles“.

Ana Keyla alegou que não tinha conhecimento das armas e da grande quantidade de dinheiro guardadas pelo marido em gavetas e fundos falsos da residência onde vivem há pelo menos 10 anos, na cidade de Abadiânia, em Goiás.

A delegada Paula Meotti destacou:

As armas estavam dispostas em locais que nem era preciso revirar roupas para encontrá-las. O dinheiro era deixado em fundos falsos com certo padrão. Para quem vive uma rotina de intimidade com alguém, é difícil que ela não soubesse desses detalhes.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários