Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mulher é presa no Rio por simular infecção por coronavírus

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Mulher é presa no Rio por simular infecção por coronavírus
COMPARTILHE

A mulher foi autuada por falsidade ideológica e no artigo 41 da Lei de Contravenções Penais.

Claudete Maria Rosa da Silva foi presa em flagrante por Policiais da 12ª DP, em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Copacabana, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (7).

Segundo os agentes, a mulher simulou estar infectada com o coronavírus, inventando que havia retornado de uma viagem a Hong Kong, território semi-autônomo da China, só para conseguir prioridade no atendimento.

O fingimento de Claudete desencadeou a utilização de protocolos internacionais para o tratamento do vírus.

Mesmo após ter sido imediatamente isolada, a mulher insistiu durante horas na mentira sobre sua viagem como babá de uma família àquela localidade.

Segundo o jornal O Globo, a delegada Valéria Aragão, titular da 12ª DP (Copacabana), declarou:

“Claudete, por um motivo absolutamente egoístico, concentrou a atenção e os cuidados de inúmeros profissionais da saúde que estavam atuando na UPA neste dia, mantendo por horas a narrativa fantasiosa de um recente retorno de uma viagem a Hong Kong, provocando a utilização de protocolos internacionais para o combate ao vírus, inclusive a comunicação imediata da suspeita aos órgãos competentes.”

Claudete foi presa dentro da UPA após ser desmentida por familiares. Ela foi autuada por falsidade ideológica e no artigo 41 da Lei de Contravenções Penais.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram