Mulher trans estreia no MMA contra homem

Idiomas:

Português   English   Español
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A atleta de 21 anos do Amazonas, Anne Veriato, virou notícia no mundo todo nessa semana. Faixa-marrom de jiu-jítsu, ela vai estrear no MMA profissional no dia 10 de março, em evento na capital Manaus.


De acordo com informações de Gazeta do Povo:

O ‘detalhe’ é que Anne, que nasceu homem, terá o também estreante Raílson Paixão como adversário. Sim, no masculino.

“Seria covardia lutar contra mulheres. Isso é uma coisa que nunca passou pela minha cabeça”, conta a lutadora, que vai na contramão da americana Fallon Fox, primeira lutadora transgênero a competir no MMA feminino.

O assunto virou polêmica no Brasil, principalmente por causa do caso da jogadora de vôlei transexual Tiffany, que atua contra mulheres na Superliga.

Veriato, que atua na categoria peso-palha (até 52 kg), vai contra essa corrente. Em entrevista ao Luta Livre, ela comentou a decisão.

“Me sinto mais forte que as mulheres. Sempre competi com homens desde a infância — e sempre fui ganhando, tanto no jiu-jítsu, como no submission. Se fosse para lutar com uma mulher seria mais fácil ainda. O treino que faço é pesado, é treino de homem”, explica.

A feminilização de Anne começou aos 11 anos de idade. Aos 14, iniciou um tratamento hormonal, sempre com o apoio da família. Quatro anos depois, ela passou pela operação para mudança de sexo.

“Quando voltei à academia as pessoas não me reconheciam. Tive que falar que era tal pessoa”, recorda Anne, que não gosta de citar seu antigo nome.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...