Mulheres da Colômbia e Venezuela resgatadas da exploração sexual

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Quase 50 colombianas e venezuelanas que estavam sendo exploradas sexualmente em porões de boates do porto turístico de Cartagena foram resgatadas durante uma batida policial.

As mulheres, 26 colombianas e 23 venezuelanas, várias delas imigrantes irregulares, eram vítimas de uma rede de tráfico de pessoas, que as enganava com falsas promessas de trabalho e depois as tornava prisioneiras “em condições precárias”.

A rede de prostituição se apoderava de passaportes e carteiras de identidade para controlar seus movimentos.

As mulheres eram obrigadas a se prostituir em porões que estavam conectados por túneis. Na parte de cima, os locais funcionavam como boates, e embaixo serviam de lugares “de exploração sexual de mulheres”.

As buscas foram realizadas no âmbito da Operação Vesta, implementada há algumas semanas, contra delitos sexuais em Cartagena, que deixou até agora 18 detidos.

 

Adaptado da fonte AFP

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque