‘Multiculturalismo é um fracasso total’, diz político da Suécia

Gustav Kasselstrand, líder e fundador do novo partido Alternativa para Suécia (AfS), atacou a política de migração de seu país.

Kasselstrand tem planos sérios para mandar de volta os imigrantes que não se integraram à cultura da Suécia.

O político sueco também disse que o “multiculturalismo na Suécia é uma impossibilidade e um fracasso total”. Segundo ele, não é possível combinar povos totalmente diferentes em um país e esperar bons resultados.

“A experiência histórica das sociedades multiculturais aponta para o oposto. Desacordos e conflitos, não uma vida social harmoniosa […] é o resultado do multiculturalismo e da imigração em massa ”, disse ele.

Kasselstrand acrescentou que “a Alternativa para a Suécia nunca terá uma política de integração. Se os imigrantes não puderem se integrar na Suécia, eles receberão uma passagem única pra casa”.

O partido também tem a intenção de reavaliar todas as autorizações de residência emitidas na Suécia desde 2000, podendo enviar de volta os migrantes aos quais foram concedidas autorizações de residência por motivos incorretos.

 

Matéria traduzida e adaptada de Voice of Europe
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia