- PUBLICIDADE -

Multidão desafia repressão de Lukashenko em Belarus

Multidão desafia repressão de Lukashenko em Belarus

O atual líder do país está no comando há 26 anos. População exige mudanças.

- PUBLICIDADE -

Dezenas de milhares de cidadãos de Belarus voltaram às ruas de Minsk para desafiar, neste domingo (6), a repressão do governo e protestar contra a reeleição de Alexander Lukashensko.

As autoridades policiais isolaram o centro da cidade. Veículos blindados protegem locais estratégicos. Relatos de organizações locais apontam para pelo menos 37 pessoas presas.

Os opositores dizem que a eleição presidencial de 9 de agosto foi fraudulenta. Lukashenko, por outro lado, denuncia uma conspiração ocidental por trás dos protestos.

Esta semana foi marcada pela severa resposta das autoridades às manifestações estudantis, com detenções de alunos e jornalistas, destaca o jornal Correio Braziliense.

Desde o início do ano letivo, em 1º de setembro, os estudantes entraram em greve e realizaram várias ações para denunciar o controle de Lukashenko, que há 26 anos lidera o país.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -