Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Muro de Trump na fronteira com México deve se pagar sozinho

COMPARTILHE

Um estrangeiro ilegal custa aos contribuintes norte-americanos 72 mil dólares ao longo de sua vida.

A proposta do presidente Donald Trump de construir um muro ao longo da fronteira sul com o México se amortizará sozinha, reduzindo assim os milionários custos de bem-estar público que hoje paga o Estado para os abrigos de imigrantes ilegais, de acordo com vários estudos recentes sobre a imigração citados pelo New York Post.

Se o muro fronteiriço de 18 bilhões de dólares proposto por Trump limitar as travessias ilegais de fronteiras em apenas 12% durante a próxima década, a estrutura seria amortizada com a economia dos impostos provenientes dos custos com bem-estar, educação, e os reembolsos das taxas concedidas aos imigrantes ilegais do México e da América central, conforme mostra o relatório do Centro de Estudos de imigração.

‘O muro poderia pagar a si mesmo, mesmo que ele reduza só um pouco o número de travessias ilegais e o contrabando de drogas’, disse Steven A. Camarota, diretor de pesquisa no Centro de Estudos de Imigração, ao New York Post.

A eficácia de uma barreira física na fronteira sul já é apoiada por dados federais. Uma cerca de dois andares em El Paso, no Texas, já impediu travessias ilegais em 89% no período de cinco anos em que foi construída.

O muro mais alto, mais forte e mais extenso proposto por Trump não teria nem mesmo que ser tão eficiente a ponto de pagar a si mesmo. Se a barreira impedir somente 50% de cruzamentos ilegais, pouparia aos contribuintes norte-americanos 64 bilhões de dólares, mais de quatro vezes o custo do muro.

 

Leia o restante da matéria no Epoch Times

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários