Na Argentina, Dilma diz que Lula será presidente “livre ou preso”

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A petista Dilma Rousseff garantiu nesta terça-feira (1) na Argentina que, “livre ou preso, Lula será eleito presidente” nas próximas eleições, e declarou que teme pela sua vida.

A ex-presidente apresentou na Feira do Livro de Buenos Aires “A verdade vencerá”, uma obra escrita por assessores do próprio Lula, a quem a Justiça tem obrigação de impedir candidatura por ser ficha suja.

Dilma declarou que Lula já não é “uma pessoa física, mas uma ideia”, e que “se transformou em um símbolo do Brasil, das oportunidades para que o povo possa crescer”.

“Temo pela vida de Lula, temo pela comida que come e pela água que toma, temo porque impediram que seja visitado por um médico”, lamentou Rousseff.

De acordo com informações do BOL:

Para Dilma, no Brasil “é um crime colocar os pobres no centro” do programa político, o que incomodou as elites porque “antes os recursos econômicos estavam extremamente concentrados”.

Por sua vez, o ex-presidente colombiano, Ernesto Samper, declarou que “por trás da prisão de Lula há uma perseguição hemisférica das forças progressistas da América Latina”.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque