Na Câmara, Flávio Bolsonaro diz ser alvo de perseguição política

Idiomas:

Português   English   Español
Na Câmara, Flávio Bolsonaro diz ser alvo de perseguição política
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Flavio Bolsonaro se disse vítima de uma perseguição política lançada com o objetivo de atingir o governo do seu pai.


O senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) passou rapidamente pelo Congresso nesta quarta-feira (30). Ele alegou estar sendo vítima de perseguição em relação aos relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) que apontam movimentações bancárias atípicas nas contas dele e de seu ex-assessor, Fabrício Queiroz.

O filho mais velho do presidente da República foi ao Senado para realizar seu registro biométrico para dar início ao seu mandato na sexta-feira, dia 1º de fevereiro de 2019.

“Tem que esperar o Supremo se pronunciar. Está todo mundo vendo que eu sou vítima de perseguição“, disse Flavio em uma breve declaração aos jornalistas que estavam no local.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Ao ser questionado sobre quando iria ao Ministério Público prestar esclarecimentos, Flávio explicou que já havia dito o suficiente. “Não tenho novidade nenhuma”, acrescentou.

Segundo o “Estadão“, o senador eleito pelo Rio de Janeiro também negou que o imbróglio atrapalhe a governabilidade do pai.

“Não tem nada a ver com o governo. Por mais que vocês queiram, não tem nada a ver com o governo. Estamos muito bem, obrigado. Estamos todos trabalhando bem, com liberdade”, disse ao responder uma pergunta se o governo de Jair Bolsonaro já iniciava apresentando um desgaste.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...