Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Na ONU, Bolsonaro indica restrições em leilão para 5G

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Jair Bolsonaro retira urgência de projeto sobre armas
COMPARTILHE

“Brasil está aberto para o desenvolvimento de tecnologia de ponta e inovação”, disse Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, indicou, nesta terça-feira (22), que restrições podem ser impostas no leilão de tecnologia 5G no Brasil.

Em discurso na abertura da 75ª Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU), Bolsonaro ressaltou:

“O Brasil está aberto para o desenvolvimento de tecnologia de ponta e inovação, a exemplo da Indústria 4.0, da inteligência artificial, da nanotecnologia e da tecnologia 5G, com quaisquer parceiros que respeitem nossa soberania e prezem pela liberdade e pela proteção de dados.”.

Programado para o primeiro semestre de 2021 depois de sucessivos adiamentos, o leilão da 5G ainda não tem regras definidas e caberá ao presidente dar a palavra final sobre a participação da Huawei, controversa empresa da China, no processo.

O governo brasileiro vem sendo alertado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre os riscos da Huawei para segurança nacional do país. 

Trump acusa a gigante tecnológica de ser utilizada pelo Partido Comunista Chinês (PCCh) para espionar nações mundo afora.

Ainda em seu discurso na ONU, Bolsonaro disse que a pandemia de coronavírus mostrou que o mundo não pode depender da produção de insumos em apenas alguns países:

“A pandemia deixa a grande lição de que não podemos depender apenas de umas poucas nações para a produção de insumos e meios essenciais para nossa sobrevivência. Somente o insumo da produção de hidroxicloroquina sofreu um reajuste de 500% no início da pandemia.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram