Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Nações da Europa pedem reunião urgente sobre o Irã

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Nações da Europa pedem reunião urgente sobre o Irã
COMPARTILHE

Países europeus pediram uma reunião urgente entre as partes envolvidas no pacto para discutir o descumprimento das regras do acordo nuclear pelos iranianos.

Potências da Europa acusaram o Irã, nesta terça-feira (9), de “perseguir atividades inconsistentes com seus compromissos” assumidos sob o acordo nuclear de 2015.

Reino Unido, Alemanha, França, Rússia, China e Irã são as partes remanescentes no acordo, conhecido como Plano de Ação Conjunto Global (JCPoA), na sigla em inglês) e que foi abandonado pelos Estados Unidos no ano passado.

“O Irã declarou que quer permanecer no JCPoA. Deve agir de acordo para reverter essas atividades e retornar sem demora ao atendimento integral do JCPoA”, disseram os países europeus, segundo a agência EBC.

O acordo de 2015 foi um dos poucos legados deixados pelo ex-presidente norte-americano Barack Obama. A negociata abriu ao Irã acesso ao comércio mundial por meio da retirada da maioria das sanções econômicas contra o país, em troca de limitações a seu programa nuclear.

O regime islâmico afirma que quer continuar a se submeter ao acordo, mas que não pode fazê-lo indefinidamente se as sanções dos EUA impedirem o país de receber os benefícios econômicos previstos.

Em declarações recentes, Teerã admitiu que estava enriquecendo urânio acima do limite previsto no acordo nuclear.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram