Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Nações do G7 rejeitam “reeleição” de Nicolás Maduro na Venezuela

COMPARTILHE

As nações do Grupo dos Sete (G7) rejeitaram nesta quarta-feira (23) o resultado da eleição presidencial na Venezuela, alegando que a vitória de Nicolás Maduro carece de “legitimidade e credibilidade”.

Em uma declaração conjunta, os líderes doa Grã-Bretanha, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão e Estados Unidos, em parceria com a União Europeia (UE), afirmam que “estão unidos na rejeição do processo eleitoral” que foi realizado no último domingo (20).

O comunicado divulgado em Ottawa, no Canadá, aponta:

Os padrões internacionais reconhecidos não foram respeitados e as garantias fundamentais necessárias para um processo inclusivo, justo e democrático não foram asseguradas. Portanto, essa eleição e seu resultado carecem de legitimidade e credibilidade. Como resultado, denunciamos a eleição presidencial da Venezuela e seu resultado, que não representam a vontade democrática dos cidadãos venezuelanos.

Os Estados Unidosreforçaram suas sanções contra a Venezuela, enquanto a UE disse estar avaliando novas medidas.

Os 14 países do Grupo Lima, incluindo Brasil, Argentina e México, também se recusaram a reconhecer o resultado.

Com informações de: [BOL]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários