Nações islâmicas declaram Jerusalém Oriental como capital da Palestina

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Liderados por Erdogan, da Turquia, a cúpula da Organização para a Cooperação Islâmica se reuniu em Istambul e pediram o reconhecimento internacional de Jerusalém Oriental como capital da Palestina.

O líder da Turquia, que preside atualmente a OCI, manteve um discurso inflamado onde acusou Israel de ser um “Estado terrorista” e criticou Trump por “provocar um incêndio que queimará toda a região e o mundo”.

Erdogan afirmou:

Não pode haver uma paz regional e global se uma solução para a questão da Palestina não for encontrada. Não podemos ficar olhando uma situação da qual depende o nosso futuro. Esta decisão é também um golpe contra nossa civilização.

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, também anunciou que para eles os Acordos de Oslo, assinados em 1993 e qualquer outro assinado desde então, perderam sua validade após a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém.

 

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.