- PUBLICIDADE -

Nan Madol: misteriosa cidade construída sobe corais

Nan Madol: misteriosa cidade construída sobe corais
- PUBLICIDADE -

Por que construir uma extensa estrutura em um ponto do oceano extremamente afastado de qualquer outra civilização?

Nan Madol é o nome dado ao arquipélago artificial construído com pedras basálticas sobre um recife de corais perto da ilha de Pohnpei, parte da atual Micronésia

O local está posicionado no meio do Oceano Pacífico, distante mais de 2,5 mil km da Austrália e 4 mil km dos Estados Unidos.

A narrativa oficial diz que, por volta do ano 1.100, invasores estrangeiros dominaram a ilha, estabelecendo a dinastia de Saudeleur

Com cerca de 250 milhões de toneladas de rocha em sua estrutura, os historiadores apontam Nan Madol como um local construído entre 500 e 1.500 d.C pelos moradores locais para abrigar os líderes políticos, religiosos e a alta classe.

O local foi erguido utilizando gigantescos blocos de basalto, alguns pesando mais de 50 toneladas e alcançando a marca de 10 metros de altura.

Até agora, arqueólogos ainda não conseguiram explicar como uma civilização arcaica conseguiu encontrar e transportar estas gigantescas rochas pelo mar.

A principal pergunta que fica no ar é: por que construir uma extensa estrutura em um ponto do oceano extremamente afastado de qualquer outra civilização?

ESTRUTURA e MITOLOGIA

A cidade de Nan Madol cobre uma área superior a 80 hectares e é composta por mais de 100 ilhotas artificiais construídas sobre corais.

As ruínas mostram resquícios de uma engenharia avançada. O nome “Nan Madol” significa “o espaço entre elas”, uma clara referência às ilhotas, que são interconectadas por uma ampla rede de canais.

A mitologia local acredita em duas possibilidades sobre o povo que ali viveu: a primeira é que eles possuíam poderes mágicos, o que que possibilitou a levitação de tais pedras até o local que estão. 

A segunda é que esse povo, na verdade, era formado por gigantes poderosos e fortes o suficiente para carregar os grandes blocos de pedra pelo mar.

Os micronésios nativos apelidaram a ilha de “Sobre o Segredo”, e dizem que a morte costuma espreitar quem fica ali depois que o Sol se põe.

A explicação dada por alguns arqueólogos e estudiosos é que esse povo possuiu uma tecnologia muito avançada para aquela época, porém, infelizmente acabou por ser perdida sem deixar vestígios.

Confira imagens incríveis de Nan Madol na reportagem abaixo e inscreva-se no canal da RENOVA no YouTube:

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -