Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Não faz sentido’, diz Gilmar sobre protestos do dia 15 de março

Gilmar é relator de ação da oposição contra Eduardo Bolsonaro
COMPARTILHE

“O Congresso está deliberando de uma maneira madura, como há muito não se via”, destacou o magistrado.

Gilmar Mendes, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), afirmou, neste domingo (1º), que a necessidade de negociação do governo Jair Bolsonaro com o Congresso Nacional faz parte do regime democrático.

Em entrevista ao jornal Correio Braziliense, Mendes declarou:

“Quer dizer, há alguma que coisa está sendo impedida de se fazer dentro do jogo democrático? Ah, mas tem que negociar com o Congresso. É assim mesmo. O regime democrático é, de fato, dificultoso. Edita uma medida provisória e tem que aprovar no Congresso e, para isso, precisa ter maioria. Isso é assim em qualquer país democrático.”

Questionado sobre os protestos marcados para o dia 15 de março, o ministro afirmou que o Parlamento tem produzido “como há muito não se via”:

“A gente deve gastar energia com questões, de fato, substanciais. Se houvesse um projeto de reforma e, de fato, o Congresso não estivesse votando, então, vamos fazer uma manifestação para que haja uma deliberação mais célere. Mas não faz sentido isto. O Congresso está deliberando de uma maneira madura, como há muito não se via.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários