Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Não podemos retroagir ao voto impresso’, diz Barroso

‘Não podemos retroagir ao voto impresso’, diz Barroso
COMPARTILHE

“Nós não podemos retroagir à cédula impressa e ao voto impresso”, diz Barroso.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, voltou a criticar, neste domingo (15), uma possível implementação do voto impresso no sistema eleitoral do Brasil

Durante evento em Valparaíso, em Goiás, de testes do projeto “Eleições do Futuro”, Barroso afirmou que o futuro é digital e o país não pode “ter medo da modernidade”: 

“Nós não podemos retroagir à cédula impressa e ao voto impresso. O STF descartou essa possibilidade e ela causou um problema grande. O normal da vida, porque é da natureza humana, todo candidato que perder vai pedir conferência do voto eletrônico com o voto impresso. Vai procurar inconsistências, vai judicializar o resultado das eleições e o processo eleitoral vai deixar de ser simples e seguro e vai passar a ser uma convulsão judicial.” 

Barroso afirmou que as urnas eletrônicas têm confiabilidade, mas alertou para os custos: 

“Nós temos cerca de 500 mil urnas e a cada 2 anos, a cada eleições, temos que substituir 20% delas: 100 mil. O custo é muito alto. Com a alta do dólar, esse custo deve estar em R$ 1 bilhão.” 

Como noticiou a RenovaMídia, Barroso, que também é ministro do STF, falou sobre a possibilidade da implementação do voto pela internet em 2022. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
10 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Christmann Hilleshein Cardoso
Christmann Hilleshein Cardoso
9 dias atrás

E ainda ficam dando ouvidos a esse Borroso

A. Zatz
A. Zatz
9 dias atrás

Não é retroagir ao voto impresso, seu Burroso!!! A intenção é aprimorar o sistema de votação eletrônica com a impressão do voto paralelamente e depositado numa urna para eventual necessidade de conferência/auditoria. Se quiser posso desenhar…

Ana Cecira Kunz
Ana Cecira Kunz
9 dias atrás

EUA tem uma corte suprema que vai levar fraudadores para a cadeia, o primeiro da lista foi preso, hoje. No Brasil a fraude começa na própria corte. É patético.

SeiCOMCERTEZA
SeiCOMCERTEZA
9 dias atrás

Deixa de conversa BARROSO.
É só legislar direitinho a respeito.
Nem precisa recontar tudo.
Conte 10 ou 20 por cento dos votos do lugar que o candidato escolher.
Se o reclamão perder nessa amostragem chega. PERDEU E PONTO
Se quiser a lei que preste tem gente que pensa por aí.

Luiz
Luiz
9 dias atrás

O TSE é o grande perdedor destas eleições…!!!
Defendo sua extinção, junto com a Justiça do Trabalho…!!!
Que vergonha Sr. Barroso…!!!

Adejovane Jr.
Adejovane Jr.
9 dias atrás

O importante é termos a certeza de que o nosso voto está realmente sendo para o candidato escolhido e sem o voto impresso, isso é impossível.

isaac e neto
isaac e neto
9 dias atrás

ele pensa que somos idiotas. pior que devemos ser mesmo, pois estamos aceitando isso.

Fernando alvarenga
Fernando alvarenga
9 dias atrás

Isso não é retroagir, é segurança a democracia pelo amor de Deus deixa de ser ignorante 😂😂😂😂😂😂

LUCIANO DALPONTE
LUCIANO DALPONTE
Responder  Fernando alvarenga
9 dias atrás

O PROBLEMA É QUE ELES NÃO QUEREM SEGURANÇA, ELES QUEREM CONTINUAR MANIPULANDO O SISTEMA!

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE