- PUBLICIDADE -

“Não são armas que matam, são pessoas”, diz Flávio Bolsonaro

- PUBLICIDADE -

Segundo dos filhos a visitar o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no hospital israelita Albert Einstein, em São Paulo, nesta sexta-feira (7), o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL- RJ) afirmou que “não são armas que matam pessoas, são pessoas”.

Jair Bolsonaro está internado desde esta manhã na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da unidade hospitalar, que, no início da tarde, emitiu boletim médico informando que ele está consciente e em boas condições.

O candidato do PSL foi atacado durante um ato de campanha na tarde de quinta-feira (6) na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, por um meliante de esqurda que portava uma faca. O elemento foi preso e está sendo transferido para um presídio federal.

Flávio Bolsonaro, que é deputado estadual e candidato ao Senado pelo Rio, declarou:

Esse episódio mostra que não são armas que matam pessoas. Com uma faca, ele quase matou meu pai. Então, quem mata pessoas são pessoas. É por isso que vamos continuar a nossa luta.

Adaptado da fonte UOL
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -