Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

‘Não teve briga’, diz Heleno sobre demissão de Santos Cruz

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
‘Não teve briga’, diz Heleno sobre demissão de Santos Cruz

“São amigos de 40 anos, continuam a ser amigos”, disse Heleno sobre a demissão de Santos Cruz por Bolsonaro.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, disse, nesta quinta-feira (13), que a saída de Carlos Alberto Santos Cruz do governo foi o resultado de “um conjunto de coisas que acontecem”.

De acordo com Heleno, não houve briga entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o agora ex-ministro da Secretaria de Governo.

“Não teve briga, não teve nada. Continua amor, são amigos de 40 anos, continuam a ser amigos”, disse Heleno, segundo o site UOL.

“O presidente, ele próprio, está usando uma metáfora bastante apropriada para a situação: é um casamento, de muito longa duração, mas chegaram à conclusão de que não era a hora de ele continuar. Porque o casamento precisava ser interrompido”, acrescentou o general.

Questionado sobre uma possível influência do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) na demissão de Santos Cruz, Heleno disse que “é tudo especulação, não tem nada a ver”.

Nesta noite, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, afirmou que o general do Exército, Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, assumirá a Secretaria de Governo.

Santos Cruz foi avisado da demissão em reunião nesta quinta-feira, antes de Bolsonaro viajar a Belém, no Pará. Estavam presentes no encontro o general Augusto Heleno e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email