PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Não tínhamos como prever a mutação’, diz governador do Amazonas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Continuamos com dificuldade, mas hoje deve ser melhor que ontem”, diz Wilson Lima.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Wilson Lima, governador do Amazonas, classificou a pandemia de coronavírus como a maior crise sanitária de todos os tempos.  

Apesar do colapso do sistema de saúde, Lima disse que não faltou planejamento por parte do Estado e que todas as medidas tomadas foram baseadas em avaliações técnicas: 

“A gente fez o dever de casa, triplicamos a rede hospitalar. O que aconteceu agora foi extraordinário. Não tínhamos condições de prever uma mutação diferenciada. Temos mais do que o dobro de internações que o pico da pandemia. Por mais pessimistas que pudéssemos ser, não imaginaríamos uma situação tão agravada como agora.” 

Em entrevista à emissora Jovem Pan, Lima afirmou que o Estado recebeu, nesta madrugada, muitas doações e carregamentos de cilindros de oxigênio: 

“Continuamos com dificuldade, mas hoje deve ser melhor que ontem. Recebemos muitas demandas, até da rede privada, e devemos demorar uns dois dias para regularizar.” 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.