- PUBLICIDADE -

‘Não vou ser mulher de malandro’, diz Rodrigo Maia

‘Não vou ser mulher de malandro’, diz Rodrigo Maia

- PUBLICIDADE -

Maia afirmou que vai trabalhar pela aprovação da reforma da Previdência, mas não vai ficar “levando pancada” como articulador político.

Em evento promovido pelos jornais O Globo e Valor Econômico, nesta segunda-feira (8), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou:

“Não vou ser mulher de malandro, de ficar apanhando e achando bom.”

E acrescentou:

“O presidente da Câmara coordena 512 deputados, todos iguais. Eu recebo na residência da Câmara 50, 60 deputados. É diferente ser presidente da Câmara e presidente da República no sistema presidencialista. Só não vou ficar no meio dessa briga levando pancada da base do presidente.”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, também disse que não tem pretensão de ser articulador político do governo:

“Vocês viram meu desempenho (na CCJ). Não tenho temperamento para isso. Não sou animal para fazer essa coordenação. Sou animal de combate, mas em economia.”

E completou:

“Não acredito que eu vá ser o interlocutor. Acredito que, na pauta econômica, posso ser alguém que vai ajudar o presidente da Câmara, do Senado, governadores e prefeitos.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -