Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

NAV Brasil é criada em meio à cisão da atual Infraero

NAV Brasil é criada em meio à cisão da atual Infraero
COMPARTILHE

“Trata-se de mera especialização, racionalização e ganho de eficiência”, destacou o governo.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, editou, na última quinta-feira (24), o decreto de criação da empresa pública NAV Brasil Serviços de Navegação Aérea.  

A nova estatal será vinculada ao Ministério da Defesa, por meio do Comando da Aeronáutica.  

Ao justificar a criação da estatal, o governo disse que a nova entidade é decorrente de cisão da atual Infraero — não representando nenhum aumento na participação estatal na economia. 

De acordo com lei de criação, a empresa terá por objetivo implementar, administrar, operar e explorar industrial e comercialmente a infraestrutura aeronáutica destinada à prestação de serviços de navegação aérea.  

“Trata-se de mera especialização, racionalização e ganho de eficiência”, ressaltou o governo em comunicado à imprensa. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Pedro Rocha
Pedro Rocha
1 mês atrás

Por questões de atraso ideológico e de infraestrutura, algumas empresas estatais brasileiras prestam serviços que deveriam ser controlados pelo Estado e não por elas.

No caso, a INFRAERO além de gerir grande parte dos aeroportos brasileiros ainda tinha que suportar os serviços de controle de voo, o que foi separado de vez com a criação desas nova estatal que ficará com a FAB.

Com isso, a privatização da INFRAERO está liberada.

PUBLICIDADE