Português   English   Español

Navios de guerra da OTAN ampliam presença no mar Negro

A escalação das tensões na região do Mar Negro é vista como mais um instrumento de pressão política do Ocidente sobre a Rússia.

Uma flotilha de navios de guerra do Grupo Marítimo Permanente da OTAN Dois (SNMG2) se dirige para o Mar Negro.

O comando naval da OTAN descreveu as manobras como parte de um esforço contínuo para aumentar a estabilidade regional e um sinal de apoio aos estados membros.

De acordo com informações da Sputnik:

O grupo é liderado pelo destroyer de mísseis guiados britânico HMS Duncan. O grupo também conta com fragata da marinha espanhola SPS Victoria, fragata da Marinha turca TCG Gemlik, fragata da marinha alemã FGS Bayern, bem como com vários navios menores.

“A tensão em todas as regiões de presença da OTAN está aumentando. Isso acontece porque a organização tenta demonstrar a sua força, tenta exercer pressão sobre países que não fazem parte da aliança. Inclusive sobre a Rússia”, disse à emissora RT o especialista militar, coronel da reserva do exército russo, Victor Litovkin.

Segundo Litovkin, essas manobras não ameaçam a Rússia, que possui um exército e marinha poderosos. Ele também lembrou que os navios de países sem acesso direto ao mar Negro só podem permanecer na região por no máximo 21 dias.

“Eles estão no seu direito. Nós, por outro lado, vamos acompanhar com atenção os seus movimentos e ações e reagir de maneira adequada”, concluiu o militar.

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter