Netanyahu recebe príncipe William em histórica visita a Israel

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, recebeu nesta terça-feira (25) em Jerusalém o príncipe William, o primeiro membro da Casa Real britânica a realizar uma visita oficial a Israel desde 1948.

O Duque de Cambridge visitou o Museu do Holocausto (Yad Vashem), onde viu a exposição permanente e liderou uma cerimônia na qual acendeu uma tocha e entregou um ramo de flores na Cripta da Lembrança em memória aos seis milhões de judeus exterminados pelo nazismo.

Durante o percurso, o príncipe, que se mostrou comovido durante a exibição de sapatos de judeus mortos, disse que era “aterrorizante” e que tentava “compreender a magnitude” do ocorrido.

De acordo com informações do BOL:

Também se encontrou com dois sobreviventes do Holocausto que quando crianças puderam fugir da Alemanha e se refugiar no Reino Unido, onde foram amparados por famílias britânicas.

Um deles, Henry Foner, de 86 anos e atualmente residente em Jerusalém, expressou a gratidão pela amparo de seu país como refugiado e, diante de um grupo de jornalistas, disse estar “muito emocionado e agradecido”.

O neto da rainha da Inglaterra, segundo na linha de sucessão ao trono, escreveu no livro de visitas que o Holocausto é uma história “de escuridão e desespero, que questiona a Humanidade em si mesma”, e pediu que nunca o esqueçamos, informou o jornal “Times of Israel”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.