Português   English   Español

New York Times diz que Brasil e EUA escolheram ‘líderes similares’

A imagem internacional de Bolsonaro está ficando cada vez mais conectada à Casa Branca.

“Os Estados Unidos e o Brasil têm sido aliados inquietos durante os melhores tempos”, inicia os jornalistas Ernesto Londoño e Shasta Darlington em matéria publicada no jornal norte-americano The New York Times nesta terça-feira (20).

Logo em seguida, o jornal posiciona o presidente escolhido pelo povo brasileiro como “extrema-direita” e com um viés “descaradamente pró-americano”.

O jornal afirma:

Mas os eleitores brasileiros podem ter acabado com essa dinâmica elegendo como seu próximo presidente Jair Bolsonaro, um deputado de extrema-direita que é descaradamente pró-americano e notavelmente semelhante ao presidente Trump em temperamento, tática e estilo.

Para o jornal “The New York Times”, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também é um extremista de direita, assim como os líderes da Polônia, Itália, Hungria, entre outros países que não se alinham aos ideais globalistas. Então, dessa forma, podemos dizer que Jair Bolsonaro está em boa companhia.

Em um trecho seguinte, a matéria cita a importância das redes sociais na vitória de Bolsonaro e Trump:

Tanto Bolsonaro quanto Trump ascenderam à vitória por meio de campanhas insurgentes movidas pelas mídias sociais que criticavam o establishment político. Ambos foram inicialmente considerados pelos analistas políticos como muito inexperientes e grosseiros para avançar. E ambos parecem gostar de intensificar, em vez de controlar, as disputas políticas.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter