- PUBLICIDADE -

Nigeriano admite ter esquartejado corpo de jovem na Itália

- PUBLICIDADE -

O traficante da Nigéria, Innocent Oseghale, 29 anos, admitiu nesta terça-feira (31) que esquartejou o corpo de Pamela Mastropietro, jovem italiana estuprada e morta em janeiro.

O corpo de Pamela Mastropietro, 18 anos , foi encontrado desmembrado em duas malas jogadas em uma vala na cidade de Pollenza, no centro da Itália. Posteriormente, a autópsia constatou que a vítima ainda foi estuprada antes de morrer.

Innocent Oseghale, preso sob a acusação de homicídio, vilipêndio e destruição de cadáver, contou ao Ministério Público, em interrogatório na prisão, que esquartejou o corpo. No entanto, disse que a jovem faleceu de overdose após ter consumido drogas em sua casa.

Segundo o traficante da Nigéria, ele tentou primeiro colocar o cadáver em uma mala, mas não conseguiu. Depois, o desmembrou e o distribuiu entre duas bagagens. Além disso, Oseghale negou que tenha violentado a vítima e garantiu que a relação sexual entre eles foi “consensual”.

A autópsia, no entanto, indica que o suspeito teve um “cuidado meticuloso” para eliminar rastros de violência sexual, através da limpeza com água sanitária e da remoção dos órgãos genitais da jovem.

 

Adaptado da fonte ANSA
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -