Português   English   Español

Nordeste pode oferecer a pior derrota da história do PT

Nordeste pode oferecer a pior derrota da história do PT

Bolsonaro começa a avançar sobre Haddad no Nordeste, reduto histórico do lulopetismo. Como num jogo de war, conquista principalmente as capitais. Cai, assim, a última cidadela petista. Nas outras regiões, o ex-capitão massacra o PT.

No começo, o PT era um partido da classe média intelectualizada e dos operários das indústrias dos grandes centros. Em 2002, quando Lula foi eleito presidente pela primeira vez, o perfil era o mesmo.

As políticas assistencialistas da era petista, como o Bolsa Família, provocaram uma mudança radical no quadro.

As vitórias passaram a vir dos grotões nordestinos, onde vive a população de mais baixa renda e mais dependente desses projetos sociais. No primeiro turno das eleições deste ano, no entanto, começou a virada no curral eleitoral petista.

Jair Bolsonaro (PSL) ganhou em 23 das 27 capitais brasileiras, entre as quais cinco capitais do Nordeste. Fernando Haddad (PT) só prevaleceu em três capitais nordestinas.

Mesmo no Ceará, um Estado governado pelo PT, Bolsonaro ficou em segundo lugar, atrás de Ciro Gomes, ex-governador do Estado, mas bem à frente de Haddad.

Também nas pesquisas feitas neste segundo turno, o candidato do PSL já subiu 7 pontos percentuais do que obteve no primeiro turno na região. A constatação é óbvia: o PT vem perdendo dia após dia seu feudo eleitoral.

 

Adaptado da fonte ISTOÉ

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter