Nova criptomoeda promete impulsionar agronegócio do Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A produção familiar à mão da criptomoeda. Este é o propósito da Cultecoin.

Uma nova criptomoeda promete impulsionar o agronegócio do Brasil.

Trata-se da Cultecoin, que foi oficialmente liberada na última segunda-feira (13).

O objetivo da moeda digital é impulsionar a agricultura familiar e criar conexões entre os produtores e o mercado, facilitando o acesso a recursos técnicos, financeiros e tecnológicos capazes de aumentar a eficiência de suas atividades.

O criptoativo é uma iniciativa da empresa Culte, que atua em apoio aos pequenos produtores rurais intermediando operações financeiras de acesso ao crédito e ao mercado. 

Em seu site oficial, a companhia diz que conecta mais de 2 mil agricultores em 20 estados do país.

O ecossistema da Culte atualmente abriga lojas online para os produtores, conta digital, emissão de boleto, pagamento de cartões de crédito por link e empréstimos”, destaca o site MoneyTimes.

Cláudio Rugeri, CEO e cofundador da Culte, afirmou:

“Com o valor dos tokens, vamos comprar suprimentos para um grupo de agricultores. Assim, esperamos conseguir preços melhores, enquanto os agricultores também podem vender diretamente seus produtos e comprar o que precisarem sem intermediários.”

A tokenização possibilitará que milhares de agricultores familiares tenham acesso direto a consultores técnicos e fornecedores de insumos, implementos, equipamentos e novas tecnologias agrícolas capazes de melhorar a produtividade e o padrão na produção.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.