- PUBLICIDADE -

Nova Zelândia condena terrorista a prisão perpétua

Nova Zelândia condena terrorista a prisão perpétua
- PUBLICIDADE -

“Foi brutal e cruel. Suas ações foram desumanas”, disse o magistrado.

Brenton Tarrant, autor dos ataques contra duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia, foi condenado, nesta quinta-feira (27), a prisão perpétua sem possibilidade de liberdade condicional pelo assassinato de 51 muçulmanos em 2019.

O juiz Cameron Mander afirmou que, por trás da ideologia “deturpada” de Tarrant, está oculto um “ódio profundo” que o levou a atacar homens, mulheres e crianças indefesas.

Ao pronunciar a sentença sem precedentes na história judicial do país, o magistrado declarou:

“Corresponde ao tribunal dar uma resposta de rejeição categórica diante de uma maldade tão abjeta.” 

Ao comentar a sentença, a primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, afirmou desejar que o assassino tenha uma vida de “silêncio total e absoluto”, informa a agência France-Presse.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -