- PUBLICIDADE -

Novo buraco negro deixa cientistas estupefatos

Novo buraco negro deixa cientistas estupefatos

Buracos negros continuam intrigando a ciência. Esta nova descoberta que o diga.

- PUBLICIDADE -

Cientistas descobriram um novo buraco negro com mais de 12 bilhões de anos de existência e extremamente raro.

A descoberta deixou os astrônomos intrigados porque coloca em dúvida tudo o que a ciência já sabe sobre como as galáxias foram formadas ao longo do tempo. 

De acordo com estudo publicado, na última terça-feira (27), na revista científica The Astrophysical Journal Letters, uma galáxia foi encontrada com um blazar, termo utilizado para definir um buraco negro supermassivo que expele jatos de radiação gama. 

Este blazar é o mais distante já descoberto. E isso por si só já é algo curioso.

O principal problema com a descoberta é que o blazar encontrado é do tipo BL Lacartae (BL Lacs), que é considerado uma evolução de um blazar do tipo Flat-Spectrum Radio Quasars (FSRQ). 

Este blazar BL Lacartae é muito mais jovem do que os cientistas estimavam inicialmente. E isso acaba criando um problema na linha temporal.

“Essa descoberta desafia o entendimento atual de que os BL Lacs são na verdade uma fase evoluída do FSRQ ”, afirmou o autor do estudo Nicolás Cardiel, da Universidade Complutense de Madri, na Espanha.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -