Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Novo chefe da OAB critica ‘investigações sem fim’ da Lava Jato

Novo chefe da OAB critica ‘investigações sem fim’ da Lava Jato
COMPARTILHE

O novo presidente do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) afirmou que a expectativa por novas fases da Operação Lava Jato gera uma paralisia nos setores público e privado.

Para Felipe Santa Cruz, há um clima de insegurança jurídica no país com “investigações sem fim”.

Questionado sobre um possível avanço das apurações sobre o Poder Judiciário, o novo presidente da OAB afirmou que “operações não devem ter finalidade”.

Em entrevista à Folha, Santa Cruz afirmou:

“O Judiciário, assim como qualquer outro poder, deve responder pelos seus erros. Não devemos fazer da Lava Jato um livro em fascículos interminável. Para nós é preocupante a paralisia do poder público, um apagão das canetas diante da insegurança jurídica. O país está parado como se estivesse num grande processo de acompanhamento de investigações sem fim.”

Indagado sobre o projeto de Lei Anticrime proposto por Moro, o presidente da OAB declarou:

Entendo que o governo foi eleito com uma pauta forte de segurança pública. Me preocupa é radicalizar o modelo que já está dando errado. Temos uma situação carcerária dramática. Essa população carcerária é mão de obra abundante para as quadrilhas.

Também me preocupa que se crie com a legítima defesa do agente policial uma ordem para aumentar a letalidade de uma polícia que já é a que mais mata no mundo.

Vejo com bons olhos o cuidado maior com o crime de porte de armas, a busca de se regularizar a questão do caixa dois.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários