Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Novo governo da Itália quer repatriar 500 mil imigrantes ilegais

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

O novo governo de coalizão da Itália formado pelo partido direitista Liga e o antissistema Movimento 5 Estrelas tem planos para repatriar cerca de 500 mil imigrantes ilegais vivendo no país.

Um aumento agressivo das repatriações é uma promessa de longa data da Liga, que formou um governo de coalizão com o Movimento 5 Estrelas.

As partes apresentaram o seu programa político na sexta-feira (18), no que foi amplamente visto como o maior desafio à autoridade e coesão da União Europeia desde o Brexit.

O manifesto de 58 páginas exige uma revisão das regras de governança e gastos impostos por Bruxelas.

O novo governo também vai focar no recrutamento de mais policiais, construção de novas prisões e a limpeza de assentamentos ciganos ilegais em cidades italianas.

“Hoje existem cerca de 500.000 migrantes irregulares na Itália”, diz o documento, pedindo uma taxa muito mais rápida de expulsões e repatriação.

Os migrantes alvos de expulsão seriam mantidos em “instalações de permanência temporária”. Cada uma das 20 regiões da Itália receberá um desses prédios.

Cerca de 600.000 migrantes e refugiados chegaram da Líbia à Itália nos últimos quatro anos, alguns já foram repatriados, outros receberam asilo político no país e muitos se reinstalaram em outras partes do continente europeu.

 

Traduzida e adaptada de Telegraph
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM