Novo líder do México quer conter imigração ilegal na fronteira sul

O México formará uma ‘força da fronteira’ para conter a imigração ilegal da América Central, anunciou o presidente eleito mexicano Andrés Manuel López Obrador.

O objetivo desta nova força de segurança será restringir o fluxo de imigrantes ilegais e drogas que chegam da América Central para o México, disse à Bloomberg o chefe de segurança de Lopez Obrador, Alfonso Durazo.

“Vamos criar uma força policial de fronteira altamente especializada”, disse Durazo. “Eles precisam aplicar a lei.”

O esquerdista López Obrador, também chamado de AMLO, enfrenta uma situação delicada. Ele tenta demonstrar força no quesito proteção das fronteiras sem demonstrar semelhança com a estratégia de imigração linha-dura do presidente americano Donald Trump.

A política de imigração de Trump também está centrada na segurança das fronteiras dos Estados Unidos, no combate à imigração ilegal e ao fluxo de drogas, e na deportação de criminosos estrangeiros ilegais.

A posição nacionalista do presidente eleito do México de proteger as fronteiras de seu país é extremamente confusa. Afinal, ele próprio encorajou seus próprios cidadãos a aproveitarem a crise midiática na fronteira americana para “deixarem suas cidades e encontrarem uma vida nos Estados Unidos”.

 

Traduzido e adaptado de News Wars
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia