- PUBLICIDADE -

Novo ministro da Defesa da Colômbia é contrário ao acordo de paz

- PUBLICIDADE -

O presidente eleito da Colômbia, Iván Duque, nomeou o empresário Guillermo Botero, ferrenho opositor ao acordo de paz com a guerrilha comunista das FARC, como ministro da Defesa para o seu governo.

O novo governo assumirá o poder em 7 de agosto e Duque promete manter sua proposta de linha dura contra o crime.

“Teremos um novo ministro da Defesa, um ministro da Defesa com grande experiência gerencial”, declarou o presidente nesta terça-feira (17).

Advogado sem experiência em questões de segurança, Botero, de 70 anos, questionou duramente o acordo assinado no final de 2016 pelo governo de Juan Manuel Santos que desarmou 7.000 combatentes e transformou em partido político a outrora guerrilha comunista.

O ministro designado enfrentará vários desafios de segurança, incluindo o combate às dissidências das Farc, os rebeldes do ELN e as gangues narcotraficantes, todos financiados pelo crescimento histórico dos cultivos de drogas.

Além disso, deve enfrentar as centenas de assassinatos de defensores de direitos humanos e líderes sociais que ocorreram desde a assinatura da paz com as Farc.

 

Com informações da AFP
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -