Novo ministro da Saúde ‘reza pela mesma cartilha’, diz Pazuello

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É apenas uma continuidade do trabalho”, diz Pazuello.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou, nesta quarta-feira (17), que o futuro ocupante da pasta vai “rezar pela mesma cartilha” na condução das políticas de combate à pandemia de coronavírus.

A declaração foi feita por Pazuello durante cerimônia para entrega de 500 mil doses de vacinas contra a Covid-19 da AstraZeneca/Oxford fabricadas pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) na unidade Bio-Manguinhos, no Rio de Janeiro.

O cardiologista Marcelo Queiroga também estava no evento, mesmo ainda sem ser nomeado oficialmente para o cargo. 

De acordo com Pazuello, a confirmação depende apenas de questões administrativas:

“Temos pela frente uma transição de cargos de ministro que é apenas uma continuidade do trabalho. O doutor Marcelo Queiroga reza pela mesma cartilha.”

Pazuello acrescentou que seu sucessor vai assumir o cargo em uma condição mais favorável que a sua:

“A diferença é que eu vou entregar pra ele um ministério organizado, estruturado, funcionando. Como médico cardiologista, com conhecimento técnico, vai poder navegar nessas ferramentas em prol da saúde do Brasil.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.