Português   English   Español

Número sem precedentes de ataques com granadas na Suécia

swe

A Suécia passa por uma crise de granadas de mão. Sim, você leu corretamente. As palavras “granada de mão” e “crise” na mesma frase. Isso teria sido impensável há apenas 10 anos, mas agora a Suécia registra um número sem precedentes de ataques com granadas.

Apenas alguns dias atrás, um aposentado sueco desfrutava o domingo de manhã pedalando sua bicicleta ao lado da sua esposa na capital Estocolmo, quando notou algo estranho no chão. Parou para pegar o objeto, que na verdade era uma granada de mão.

O artefato explodiu perto do seu rosto. De forma trágica, o homem morreu, e sua parceira ficou bastante ferida.

A grande mídia tenta encobrir o fato de que a Suécia vive um período extremamente complicado após abrir suas portas para milhares de imigrantes ilegais muçulmanos.

Você pode ter ouvido que a Suécia vive uma crise de estupro, é de fato a capital da violação sexual da Europa. Infelizmente, o caso citado nesta matéria não é o primeiro ataque com granadas do país, longe disso. Na verdade, também se pode dizer que existe uma epidemia de ataques com granadas de mão em terras suecas.

De acordo com Anna Nilsson, investigadora do Centro de Forense Nacional, ocorreram 200 explosões na Suécia em 2017 – um aumento de 100% em relação a 2016.

Essas explosões incluem ataques com granadas de mão, mas também com bombas e outros artefatos explosivos utilizados por meliantes.

 

Com informações de: (1)

Deixe seu comentário

Veja também...