Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Número de homicídios no México continua aumentando

COMPARTILHE

Os homicídios relacionados ao crime organizado no México continuam aumentando, segundo um relatório sobre o primeiro trimestre de 2018 da ONG Semáforo Delictivo, que também destacou que o crescimento de feminicídios.

Santiago Roel, diretor da organização, afirmou ao apresentar o relatório sobre os primeiros três meses do ano:

Tivemos 10 anos de estratégias parciais ou equivocadas que nos colocaram em uma espiral negativa de violência.

Um total de 6.553 homicídios foram cometidos de janeiro a março, o que representa uma alta de 16% em comparação com o primeiro trimestre de 2017, apontou a Semáforo Delictivo em comunicado.

“A nível nacional, cerca de 75% dessas vítimas foram produtos de execuções do crime organizado, cifra similar a de 2017”, acrescentou a ONG.

As informações são da revista Isto É:

Nayarit, situado a noroeste do país e na costa no Pacífico, foi a região que teve um espantoso aumento no número de homicídios (386%), seguida por Quintana Roo, onde está o turístico balneário de Cancún (134%).

O violento estado de Tamaulipas também enfrentou um aumento nos homicídios: 76% a mais no primeiro trimestre de 2018, de acordo com a Semáforo Delictivo

O estado de Colima foi considerado o que tem a maior taxa de homicídios a cada 100 mil habitantes, de 21,3, enquanto a da Cidade do México é de 3,1.

Sobre os feminicídios, um dos crimes que acomete vários pontos do país, a ONG relatou 188 casos de janeiro a março, 18% a mais que nos primeiros três meses do ano anterior.

Zacatecas (norte), Sinaloa (noroeste) e Guerrero (sul) são as três regiões com maior incidência de assassinatos de mulheres ocorridos por razões de gênero, segundo a organização.

A cifra difere em pouco mais de mil da divulgada pelo governo, que nessa mesma semana situou em 7.667 os homicídios registrados no primeiro trimestre de 2018, quase 20% a mais que no mesmo período de 2017, o ano mais violento em duas décadas.

O México encerrou 2017 com 25.340 homicídios dolosos, o número mais alto desde que começaram os registros a nível nacional, em 1997, de acordo com o governo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE