PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Número de mortos em protestos no Chile chega a 22

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Além de um alto número de mortos e feridos, mais de 6 mil pessoas já foram presas em protestos no Chile.

O governo do Chile informou, nesta quinta-feira (14), que o número de mortos após quase quatro semanas de protestos violentos no país chegou a 22 pessoas, sendo 6 deles estrangeiros.

Quanto aos estrangeiros vitimados nos protestos, há três do Peru, dois da Colômbia e um do Equador

Além dos mortos, hospitais e delegacias de polícia registram até agora 2.209 feridos nas manifestações, informa a agência EFE.

Mais da metade dos ferimentos foram causados durante confrontos com as forças de segurança. A maioria dos casos são de trauma ocular causados pelo impacto de balas de borracha ou de chumbo ou bombas de gás lacrimogêneo que atingem os rostos dos manifestantes.

O aumento do preço do bilhete do metrô na capital Santiago foi a faísca que desencadeou uma explosão social sem precedentes desde o fim do regime militar de Augusto Pinochet (1973-1990). 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.