- PUBLICIDADE -

Número de imigrantes recebendo benefícios cresce na Alemanha

- PUBLICIDADE -

A crise migratória teve um impacto enorme na Alemanha, assim como no resto da Europa, mas a pancada no bolso dos pagadores de impostos é maior do que se imaginava.

A Agência Federal de Empregos da Alemanha revelou um relatório mostrando que o número de pessoas não-alemãs que recebem algum tipo de benefício cresceu 69% desde 2010.

Mais de 2 milhões de indivíduos que estão cadastrados no Hartz IV — programa social alemão — não são naturais do país, enquanto o número de alemães recebendo o benefício já caiu 20%.

Os imigrantes da Síria representam o maior número de beneficiários, sendo 584 mil. Logo depois vêm os imigrantes da Turquia, com 259 mil pessoas.

Graças à Angela Merkel, o pagador de impostos alemão agora tem que sustentar pessoas que sequer são do seu país.

 

Com informações de: [WM]

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -