Português   English   Español
Português   English   Español

Número de deputados negros cresce quase 5%

Número de deputados negros cresce quase 5%
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A soma de eleitos que se autodeclaram pretos (21 deputados) e pardos (104) cresce em relação a 2014, mas negros continuam sub-representados.

O número de deputados negros (soma de pardos e pretos, segundo critério do IBGE) cresceu quase 5% na eleição de 2018 na comparação com 2014, mas o grupo continua sub-representado na Câmara dos Deputados em relação ao tamanho da população.

Dos 513 deputados eleitos no último domingo (7), 385 se autodeclaram brancos (75%); 104 se reconhecem como pardos (20,27%); 21 se declaram pretos (4,09%); 2 amarelos (0,389%); e 1 indígena (0,19%).

Esta é a primeira vez que uma mulher indígena – Joênia Wapichana (Rede-RR) – é eleita deputada federal. A primeira vez que um indígena chegou ao posto foi em 1982, com a eleição do cacique xavante Mario Juruna, pelo PDT do Rio de Janeiro.

Em relação às eleições de 2014, o número de deputados negros (pretos mais pardos) subiu cerca de 5%, representando 24,36% da composição da Câmara. Em 2014, dos 513 deputados eleitos, 410 se autodeclaravam brancos (79,92%), 81 se diziam pardos (15,78%) e 22 pretos (4,28%). Os negros representavam, portanto, 20,06% dos deputados.

O subtenente Hélio Fernando Barbosa Lopes, ou ‘Hélio Negão’, ou ainda ‘Hélio Bolsonaro’ elegeu-se deputado federal pelo RJ com uma votação extraordinária.

Candidato pelo PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, ele obteve 345.059 votos, se tornando o deputado mais votado no estado do Rio de Janeiro, e o deputado negro com maior número de votos no Brasil.

Adaptado da fonte Câmara

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!