‘Nunca tive uma turma’, diz Janaina Paschoal

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Deputada estadual pelo PSL, Janaina se diz fiel às próprias convicções e à Constituição e não a grupos partidários.

Janaina Paschoal, deputada estadual mais votada do país, avalia as críticas que recebe nas redes como parte do jogo.

A neófita, eleita pelo PSL, partido do presidente da República, Jair Bolsonaro, se diz fiel às próprias convicções e à Constituição – e não a “turmas”, se referindo ao conjunto de parlamentares com interesses em comum.

“Não tenho e nunca tive uma turma”, afirmou Janaina, como registra o Metrópoles.

Janaina escolher a rede social Twitter para emitir opiniões sobre a atuação do governo federal e admite que, após pedir a cabeça do ministro do Turismo, recebeu um telefonema do próprio Marcelo Álvaro Antônio.

Na ocasião, uma parlamentar do partido relatou ter sido ameaçada de morte pelo chefe da pasta no caso das candidaturas laranjas em Minas Gerais, como noticiou a RENOVA.

Janaina ouviu do ministro que tudo será esclarecido na Justiça, e avaliou:

“Acho que ele pensa como a ex-presidente Dilma. Se é inocente, não tem porque se afastar. Mas o princípio de presunção de inocência vale para o processo penal. No âmbito público, é melhor preservar a coisa pública.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.