Nunes Marques defende debate sobre ‘voto impresso auditável’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ministro do STF defende debate sobre "voto impresso auditável".

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Nunes Marques, divulgou uma nota oficial, nesta segunda-feira (2), na qual afirma que o “voto impresso auditável” é uma ”preocupação legítima do povo brasileiro”.

O comentário foi publicado após o TSE aprovar, por unanimidade, um pedido ao Supremo para que o presidente Jair Bolsonaro seja investigado no inquérito que apura a disseminação de fake news.

De acordo com a nota de Nunes Marques:

“O debate acerca do voto impresso auditável se insere no contexto nacional como uma preocupação legítima do povo brasileiro e que Sua Excelência, na condição de Juiz, respeitará a expressão da vontade popular a ser externada pelo Congresso Nacional, foro adequado para tais debates, seja mantendo ou alterando a sistemática de votação e apuração de votos, nos termos da Constituição.”

O pedido de apuração feito pelo TSE é baseado nas críticas constantes feitas pelo chefe do Executivo às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral do Brasil.

Na mesma sessão, como noticiou a RenovaMídia, o TSE aprovou, também por unanimidade, a abertura de um inquérito administrativo no âmbito do tribunal para apurar ataques à legitimidade das eleições.

Abaixo você pode conferir a íntegra da nota divulgada pelo ministro Nunes Marques, que foi indicado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.