- PUBLICIDADE -

NYT diz que Bolsonaro reduziu proteção à Amazônia

NYT diz que Bolsonaro reduziu proteção à Amazônia
- PUBLICIDADE -

“Proteger a Amazônia foi política de governo por mais de 20 anos. Derrubar árvores no ritmo atual pode levar ao desmatamento descontrolado”, alardeia o jornal norte-americano.

O site do jornal norte-americano New York Times estampou como reportagem de destaque, neste domingo (28), um texto afirmando que a proteção à Amazônia diminuiu e o desmatamento aumentou sob o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Classificando o presidente do Brasil como “líder de extrema direita” e “populista”, o periódico NY Times diz que, após assumir o governo, Bolsonaro reduziu os esforços para combater a extração ilegal de madeira, pecuária e mineração.

Alvo constante das críticas do presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, o jornal cita os dados divulgados recentemente pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), questionados pelo governo federal.

“Bolsonaro rejeitou os novos dados sobre o desmatamento, chamando-os de ‘mentira’ – uma afirmação que os especialistas consideram infundada. Durante uma reunião com jornalistas estrangeiros na semana passada, o presidente classificou a preocupação com a Amazônia como uma forma de ‘psicose ambiental’ e argumentou que seu uso não deve ser para estrangeiros”, diz a reportagem.

“Proteger a Amazônia foi política de governo por mais de 20 anos. Derrubar árvores no ritmo atual pode levar ao desmatamento descontrolado”, alardeia o NY Times.

Nos últimos dias, Bolsonaro e alguns dos seus ministros criticaram duramente o Inpe.

O presidente chegou a dizer que os dados divulgados pelo órgão atendem a interesses de “ONGs internacionais” e prejudicam a imagem do Brasil no exterior.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -