Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

O favoritismo do presidenciável Jair Bolsonaro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Jair Bolsonaro

O UOL fez um levantamento de todas as pesquisas presidenciais desde 1989 no Brasil. Faltando 19 dias para o primeiro turno das eleições, o favoritismo de Bolsonaro é indiscutível.

“Nunca um candidato que esteve no topo das pesquisas a menos de um mês da votação deixou de ser eleito”, diz a matéria do jornalista Eduardo Lucizano, no site da UOL, indicando o claro favoritismo de Bolsonaro.

Apesar disso, Mauro Paulino, do Instituto Datafolha, garante que Jair Bolsonaro ainda pode perder:

Nesta eleição, o nível de repúdio aos políticos é inédito, o ambiente de insatisfação e desesperança é maior, com características diferentes e tempo curto de campanha. Houve a indefinição da candidatura do Lula. A eleição começa de fato agora.

Por outro lado, o jornalista Merval Pereira, fala sobre cheiro de vitória em primeiro turno, conforme reproduzido pelo O Antagonista:

Com as pesquisas mostrando que o segundo turno hoje provavelmente seria entre Bolsonaro e o laranja de Lula, já começa uma reorganização dos eleitores em direção ao voto útil. Bolsonaro está sentindo o cheiro de uma vitória já no primeiro turno e, do leito do hospital, assesta suas baterias contra o PT, assumindo o papel de anti-Lula que tirou do PSDB.

É possível que o voto útil da centro-direita vá em direção a Bolsonaro, pelo receio da volta do PT, embora as pesquisas mostrem que Bolsonaro tem condições de vencer no segundo turno. Mas, como dizem que segundo turno é uma nova eleição, nunca se sabe, melhor tentar resolver logo, podem estar pensando.

Foi o que aconteceu na eleição para a prefeitura de São Paulo em 2016. O tucano João Doria ganhou no primeiro turno quando a presença de Haddad no segundo pareceu uma ameaça.

A última pesquisa presidencial da FSB/BTG Pactual divulgada nesta segunda-feira (17) aponta para Bolsonaro na liderança com mais 30% das intenções de voto.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias