- PUBLICIDADE -

O líder direitista que pode derrubar a esquerda do Uruguai

O líder direitista que pode derrubar a esquerda do Uruguai

- PUBLICIDADE -

Em um jantar com líderes latino-americanos em Davos, Bolsonaro revelou sua torcida pela vitória do pré-candidato direitista Juan Sartori à presidência do Uruguai nas eleições de outubro.

O presidente Jair Bolsonaro conheceu Juan Sartori no evento. “Vê se tira a esquerda de lá”, afirmou o brasileiro, ao despedir-se no jantar. A Frente Ampla, de esquerda, está no poder no Uruguai desde 2005.

O diálogo foi relatado pelo próprio Sartori e confirmado ao jornal “Valor” por outra pessoa que também estava no jantar, organizado pelo Fórum Econômico Mundial.

Sartori, um jovem magnata uruguaio de 37 anos que só agora decidiu entrar na política, respondeu ao brasileiro que só faltavam dois países – o próprio Uruguai e a Venezuela – para afastar a esquerda da América do Sul.

“Eu me encarrego de 50%”, brincou Sartori.

Logo após o jantar chegar ao fim, Sartori foi apresentado por uma diretora do Fórum como “candidato à presidência do Uruguai” para o apresentador brasileiro Luciano Huck.

“Eu também sou de fora da política. As pessoas estão cansadas de políticos”, dizia Sartori no jantar, em uma clara referência ao discurso do presidente brasileiro Bolsonaro durante a campanha.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -