Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

O nome de Guaidó não pode ser citado na TV da Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
O nome de Guaidó não pode ser citado na TV da Venezuela

As emissoras de TV da Venezuela não transmitiram o discurso do líder opositor Juan Guaidó quando ele se declarou presidente interino do País, no dia 23 de janeiro.

Apesar disso, as palavras de juramento de Juan Guaidó foram ouvidas por milhões de pessoas mundo afora por meio do YouTube, Facebook, Instagram e Twitter.

O cientista político Andrés Cañizales, da Universidade Católica Andrés Bello, falou sobre o atual cenário da imprensa venezuelana:

“Hoje na Venezuela qualquer meio de comunicação que quiser seguir no ar não pode falar de Guaidó. E ele é um líder cuja maneira de se comunicar passa muito pelas redes sociais.”

Praticamente desconhecido do grande público venezuelano antes de desafiar o ditador Nicolás Maduro, Guaidó segue acumulando milhões de seguidores nas redes sociais.

Enquanto Guaidó pronunciava seu histórico discurso de posse, diante de milhares de manifestantes nas ruas da capital Caracas, a Venevisión, um dos últimos canais privados do país, transmitia a novela Príncipe Azul.

Segundo o “Estadão“, Melanio Escobar, da ONG Redes, afirmou:

“O governo há anos censura a imprensa, comprando os veículos ou forçando uma autocensura. Hoje há inclusive uma proibição explícita sobre citar o nome de Guaidó no ar, bem como de fala sobre repressão, mortes e prisões arbitrárias.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias