- PUBLICIDADE -

O tesouro perdido em incêndio no Museu Nacional

- PUBLICIDADE -

O Museu Nacional é uma instituição autônoma, integrante do Fórum de Ciência e Cultura da Universidade Federal do Rio de Janeiro e vinculada ao Ministério da Educação.

A instituição foi criada por D. João VI, em 6 de junho de 1818.

Hoje em dia, o museu é vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com perfil acadêmico e científico.

Analisando superficialmente as chocantes imagens do incêndio que consumiu o prédio na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, é possível admitir que todo o acervo histórico do Museu Nacional, desde a época do Brasil Império, foi destruído.

Destacavam-se em exposição:

A coleção egípcia, que começou a ser adquirida pelo imperador Dom Pedro I.

A coleção de arte e artefatos greco-romanos da Imperatriz Teresa Cristina.

As coleções de Paleontologia que incluem o Maxakalisaurus topai, dinossauro proveniente de Minas Gerais.

O mais antigo fóssil humano já encontrado no país, batizada de “Luzia”.

Adaptado da fonte G1
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -