Português   English   Español

O último prego no caixão da narrativa Trump-Rússia

O último prego no caixão da narrativa Trump-Rússia
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Secretário de Justiça dos EUA inocentou o presidente de conluio com russos e também de obstrução da Justiça.


Em uma declaração pública, nesta quinta-feira (18), o secretário de Justiça dos EUA, William Barr, confirmou que o presidente Donald Trump não agiu em conluio com a Rússia para tentar interferir nas eleições de 2016 e não obstruiu a Justiça.

Logo após o pronunciamento, Trump publicou uma mensagem na rede social Twitter para dizer que era fim de jogo para os “haters” (inimigos que o detestam) e democratas radicais.

Há dois processos sobre o papel dos russos nas eleições presidenciais dos Estados Unidos em que Trump foi totalmente inocentado.

A primeira é sobre a atuação de uma agência russa ligada ao governo de Vladimir Putin para criar discórdia e desinformar os eleitores norte-americanos.

A segunda é sobre as tentativas, por parte de membros da inteligência militar russa, para hackear os emails do Partido Democrata e da candidata Hillary Clinton.

“Não foram encontradas evidências de que Trump ou qualquer pessoa de sua campanha tenham participado ou cooperado com essas ações”, afirmou Barr.

A narrativa de que Trump teria agido para obstruiu a Justiça foi repelida por Barr.

“A investigação não estabeleceu que membros da campanha conspiraram ou coordenaram com o governo russo”, concluiu ele, segundo o G1.

Uma edição do relatório completo do procurador especial Robert Mueller vai ser encaminhada aos congressista dos EUA em 12 CDs –não é raro que documentos pesados sejam entregues nesse tipo de mídia.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...