Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

OAB quer facilitar libertação de 25 mil presos em SP por conta do coronavírus

Tarciso Morais

Tarciso Morais

OAB quer facilitar libertação de 25 mil presos em SP por conta do coronavírus
COMPARTILHE

Cadastro de presos do grupo de risco deve ser liberado para advogados com procuração.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo deve liberar, nesta segunda-feira (11), um cadastro de 25 mil presos do sistema prisional paulista que fazem parte do grupo de risco do coronavírus.

Os membros da lista estão sujeitos à liberação por parte da Justiça para cumprimento de pena no regime domiciliar.

O montante representa mais de 10% de todos os presos das penitenciárias de SP, com cerca de 223 mil detentos espalhados em 176 unidades. 

Até a última sexta-feira, 3.190 presos haviam sido soltos por determinação da Justiça de São Paulo. 

A advogada Priscila Pamela dos Santos, presidente da comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB São Paulo, declarou: 

“É um universo ínfimo [que foi solto], porque só de mulheres são 6.925 nessa lista [de grupo de risco.”

E acrescentou:

“Não é liberar sem qualquer consequência. Soltar para continuar cumprindo a medida que foi imposta, mas em casa.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM