Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Obama sabia do plano de Hillary para conectar Trump à Rússia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

COMPARTILHE

"Eles tentaram um golpe. Quase destruíram nosso país", diz Donald Trump.

O diretor de Inteligência Nacional, John Ratcliffe, divulgou, na última terça-feira (6), documentos que colocam o governo do ex-presidente Barack Obama como parte integrante de um esquema de espionagem política.

De acordo com os documentos revelados pela emissora Fox News, o ex-diretor da CIA, John Brennan, informou ao ex-presidente Obama sobre o plano de Hillary Clinton para conectar o então candidato Donald Trump à Rússia.

A estratégia seria “um meio de distrair o público de seu uso de um servidor de e-mail privado” antes da eleição presidencial de 2016, ainda segundo os documentos.

Em mensagens no Twitter, o presidente Trump demonstrou indignação com as revelações:

“Onde estão todas as prisões? Você pode imaginar se os papéis fossem invertidos? As sentenças de longo prazo teriam começado há dois anos. Vergonhoso!”

O chefe da Casa Branca acrescentou:

“Eles tentaram um golpe. Quase destruíram nosso país.”

Trump completou:

“Obama, Biden, Hillary e muitos outros foram pegos em um ato de espionagem e de derrubada do governo, um ato criminoso. Como Biden agora pode concorrer à Presidência?”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram