Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Odrebrecht faturou quase R$ 11 bilhões com programa de submarinos

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE
Capa: Tomaz Silva/Agência Brasil

Acusada de pagar propina de R$ 17 milhões ao PT no projeto, a Odebrecht embolsou mais da metade dos gastos públicos com o Prosub.

As informações são do jornal Gazeta do Povo:

Uma das principais empresas investigadas pela Operação Lava Jato, a Odebrecht já recebeu quase R$ 11 bilhões dos cofres públicos por sua participação no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) – projeto no qual a empreiteira teria repassado R$ 17 milhões em propina para o PT, segundo um ex-executivo.

De 2009 a 2017, o governo federal pagou R$ 7,2 bilhões à Construtora Norberto Odebrecht como parte do Prosub, segundo dados levantados pela Gazeta do Povo no portal Siga Brasil, que acompanha a execução do Orçamento da União. Corrigido pela inflação, o valor chega a R$ 9,5 bilhões. Quase 98% desse montante remunerou a construção das instalações onde os submarinos são fabricados – o estaleiro e a base naval, ambos em Itaguaí (RJ).

Essa não foi a única fonte de receita da Odebrecht dentro do Prosub. A empreiteira também recebeu pagamentos indiretos, como sócia da Itaguaí Construções Navais (ICN), que cuida da fabricação e montagem dos submarinos. A empresa é uma sociedade com a estatal francesa Naval Group (ex-DCNS), encarregada dos projetos, armamentos, transferência de tecnologia e pacote de materiais das embarcações.

A ICN recebeu aproximadamente R$ 1,9 bilhão em termos nominais entre 2009 e 2017, o equivalente a R$ 2,3 bilhões em valores atualizados. Considerando-se a fatia da Odebrecht nessa companhia, de 59%, a empreiteira ficou com pouco menos de R$ 1,4 bilhão desse total, em valores corrigidos.

Assim, direta e indiretamente, a Odebrecht embolsou, até o fim do ano passado, cerca de R$ 10,9 bilhões no projeto dos submarinos – pouco mais da metade de todos os gastos feitos pelo governo no Prosub, que somaram R$ 21,1 bilhões.

Os desembolsos continuam em 2018. Dados do Siga Brasil, atualizados até 26 de março, revelam que o Prosub recebeu cerca de R$ 125 milhões neste ano, dos quais R$ 56 milhões foram para a Odebrecht.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.